Blog do Ruy Alberto - Notícia com impacto social

‘Cidadão Maranhense sobrevivente até hoje’ clama por Segurança Pública de verdade!

Foto Divulgação

“A palavra de ordem é INTEGRAÇÃO, em reunião realizada na Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão, o Secretário, Cel QOPM Leite, o Subsecretário, Delegado Maurício, o Subcomandante da PMMA Cel QOPM Aritanã, o Delegado Geral da Policia Civil Delegado Jair, juntamente com o Secretário Municipal de Segurança e Cidadania de São Luís, Delegado Marcos Affonso, o Secretario Municipal de Trânsito e Transporte de São Luís, Sr Diego Baluz, o Ass Especial de Gestão Municipal, Cel RR Roberto e o GMC Magno. Na pauta a integração de ações, tecnologia e operações conjuntas com o objetivo de otimizar as ações de segurança pública.”

Essa miguelagem já vem de muitos anos. Mas na hora “H” só sobra para os poucos policiais de rua a dá retorno momentâneo ao clamor público. A muitos anos a Policia Civil Maranhense é sucateada e desvalorizada pelos constantes governantes que pelo Palácio dos Leões passaram, e como esse tipo de modalidade criminosa, é uma das competências de ação investigativa desta corporação, fica a desejar, como outras modalidades criminosas a mais pela metrópole de São Luís e demais cidades do nosso Estado. A Policia Militar a que nos seus quadros tem diversos oficiais graduados e bem remunerados, não vão as ruas tirar um P.O operacional com sua tropa, como também destinam para às ruas uma grande equipe de policiais a paisanos a tentarem fazer o serviço dos Policiais Civis, que o estado insistem em não modernizar e aumentar o numero de policiais judiciários estaduais para tal função na estrutura de segurança pública constitucionalmente definida em nossa carta Magna. Fora que, mesmo se essas instituições viessem a ficarem estruturadas como a sociedade maranhense espera. Temos a visão do nosso Judiciário afastada da realidade do cidadão de nosso Estado e de suas aflições. Pois quando as corporações estaduais de segurança conseguem prender e isolar temporariamente esse marginalizados, a Justiça solta estes monstros na rua pra voltarem a fazer o que não temem mais a represália das policias. Pois para os magistrados e Ministério Público estadual, o que roubaram é bagatela aos seus olhos e bolsos bem remunerados. Coisas que para o humilde trabalhador, são trinta ou mais dias de trabalho árduo, para terem o direito de possuírem. E mesmo assim, os marginais não querem mais somente objetos de muito valor aos nossos pobres trabalhadores que usam os nossos coletivos urbanos, tiram às suas vidas, para poderem ter a fama de sanguinários entre seus parças da vida marginal.

Vítimas de assaltos a ônibus em São Luís

A população clama por paz e segurança, e até hoje o sistema de segurança capenga em sua missão, potencializado pela ação inerte e fria de nosso Judiciário Criminal contra esses bandidos. Até quando morreremos como gados nesta selva urbana, que tem por demais o bicho mais perigoso do mundo, ” o homem marginalizado” pelo descaso dos homens que deveriam conte-los?

Contra esses bandidos não trabalham de forma continua, cada qual em sua seara de verdade, e integrada com os demais poderes pra dá um basta nessa onda de criminalidade em nosso Estado.

Assinado: “Cidadão Maranhense sobrevivente até hoje “!

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*