Blog do Ruy Alberto - Notícia com impacto social

SÃO LUÍS – MPMA discute com Semed e Comitê Gestor da Educação o retorno às aulas presenciais

Comitê Gestor da Educação participou da reunião

Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Educação, promoveu reunião, na última quinta-feira, 1º, com representantes da Secretaria Municipal de Educação de São Luís (Semed) para dialogar sobre o retorno seguro às aulas presenciais.

Além disso, foram debatidos temas como a vacinação dos professores e servidores da educação, melhorias e adaptações estruturais nas escolas municipais. A reunião, realizada na sede da Escola Superior do MPMA, no Centro, contemplou, ainda, outros dois pontos de pauta: avaliação do 1º semestre pela Semed e o planejamento do 2º semestre letivo.

Segundo o secretário Marco Moura, o município está planejando o retorno seguro das aulas presenciais. “Só iremos voltar com as aulas presenciais quando for garantida a segurança completa. O trabalho envolve ainda o diálogo com as famílias e entidades da educação sobre o tema. A vacinação dos profissionais da educação, a aprovação de um protocolo de saúde nas escolas, a estruturação física e humana das escolas e o acolhimento emocional das equipes, alunos e famílias”, afirmou.

Para o promotor de Justiça Paulo Avelar, é necessário mudar o quadro da educação no Maranhão. “É dever nosso acabar com o ciclo vicioso onde alunos saem do ensino fundamental para o ensino médio sem saber praticamente nada. É preciso avançar em questões trabalhistas, evitando deste modo greves que prejudicam inúmeras gerações”, ressaltou.

COMITÊ GESTOR DA EDUCAÇÃO

Já nesta sexta-feira, 2, os promotores de justiça da Educação Paulo Avelar e Lindonjonson Gonçalves debateram, enquanto integrantes do Comitê Gestor da Educação, com os demais membros, os protocolos a serem adotados no programado e gradual retorno às aulas presenciais na capital.

O Comitê é composto ainda pelo Conselho Municipal de Educação, Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de São Luís e a Semed.

Para o promotor de justiça Paulo Avelar, avanços significativos na organização dos trabalhos já podem ser observados, após as recomendações do Ministério Público. “Estas reuniões são para fazer avaliações do que realmente está sendo feito, para discutir formas de atuação conjunta, e, principalmente, para assegurar direitos dos alunos e a segurança aos educadores e equipes na aprendizagem nesses tempos de pandemia”, frisou.

Na avaliação do promotor de justiça Lindonjonson Gonçalves, a gestão municipal precisa ser mais transparente e deve estar preparada para o diálogo com as entidades de classe. “Temos uma dívida com a educação pública, e cumprir com este compromisso é a nossa função.

O secretário municipal de Educação, Marco Moura, também participou do encontro, além de integrantes de entidades que compõem o referido comitê.

Maranhão registrou 2° maior aumento da gasolina no Brasil em junho, aponta pesquisa

O Maranhão registrou o segundo maior aumento do preço médio da gasolina dentre as 27 unidades da federação em junho, segundo pesquisa da ValeCard, uma das maiores empresas de meios de pagamento eletrônicos do Brasil. O percentual de reajuste no estado no período foi de 3,81%, menor apenas do que o apurado em Pernambuco, de 3,83%.

O aumento médio da gasolina no Maranhão, mês passado, ficou bem acima da taxa nacional de reajuste, que foi de 1,41%. A alta local, portanto, foi mais do que o dobro do verificado no resto de país.

Em São Luís, o litro da gasolina foi comercializado a R$ 5,784, em média, maior do que em São Paulo, Curitiba, Fortaleza, Recife, Manaus, Boa Vista, Campo Grande, Cuiabá, João Pessoa, Macapá, Porto Velho, Florianópolis e Vitória. Veja a tabela abaixo:

Brasil

No Brasil, o preço médio da gasolina registrou variação positiva pelo 13º mês seguido. Em média, o litro foi vendido a R$ 5,915 (no mês anterior, o preço médio foi de R$ 5,832). Nos primeiros seis meses de 2021, o preço da gasolina subiu 25,48% no Brasil – em dezembro de 2020, o valor médio era de R$ 4,714.

Obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 29 de junho com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 25 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que as maiores altas foram registradas em Pernambuco (3,83%) e no Maranhão (3,81%). Nenhum Estado registrou queda no preço do combustível.

As capitais do Rio de Janeiro (R$ 6,341) e do Acre (R$ 6,331) foram as que apresentaram maiores preços médios em junho. Já Manaus (R$ 5,301) e Curitiba (R$ 5,381) registraram os menores valores.

Etanol segue vantajoso só em Mato Grosso

Rio Grande do Sul (R$ 5,722) e Rondônia (R$ 5,694) registraram os maiores preços médios do etanol em junho. Conforme o levantamento, a exemplo do que aconteceu em maio, apenas em Mato Grosso compensa abastecer o veículo com etanol – a opção só é vantajosa quando o litro do derivado da cana-de-açúcar custar 70% (ou menos) do que o litro da gasolina.

Flávio Dino flexibiliza medidas contra a Covid no MA

O governador Flávio Dino (PSB), anunciou, nesta sexta-feira (2), em entrevista coletiva virtual, a flexibilização das medidas de combate a pandemia da Covid-19 que estão em vigor no Maranhão.

A decisão foi anunciada, segundo o governador em função da diminuição do número de casos e óbitos por Covid-19 no estado. Dino disse acreditar que o Maranhão já tenha atravessado a terceira onda da doença.

Flávio Dino aumentou de 100 para 150, o número de pessoas presentes a eventos, bem como liberou o funcionamento de bares restaurantes e supermercados até 0h.

Igrejas e academias que vinham funcionando com capacidade de 50% podem funcionar com 70%. As repartições estaduais que vinham funcionando com 50% agora poderão ter até 80% das atividades presenciais.

O governador também anunciou o início da 2ª dose da vacinação para vários grupos prioritários a partir da próxima semana e reforçou para que as pessoas, mesmo as que já tenham sido vacinadas continuem usando máscara, evitando aglomerações e que mantenham as medidas sanitárias.

Secretário de Saúde será ouvido na Câmara sobre vacinação contra Covid em São Luís

O plenário da Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (30) requerimento nº 1075/21, de autoria do vereador Raimundo Penha (PDT), solicitando que seja enviado ofício ao prefeito Eduardo Braide (Podemos), com cópia ao secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, para que o gestor participe de sessão com a finalidade de apresentar informações sobre a vacinação contra a Covid-19 na capital maranhense.

A data da audiência ainda será definida.

Ao defender a proposição, Raimundo Penha disse que São Luís se tornou referência nacional na imunização contra a Covid-19, e avaliou como excelente o trabalho de vacinação na cidade. No entanto, ele assinalou ter visto através de matérias que determinadas regiões da capital podem não ter tido a devida cobertura vacinal, daí a necessidade de maiores esclarecimento

“Nós vimos que São Luís já ofertou vacina para pessoas com 18 anos, e por isso, ficamos muito felizes. Mas precisamos saber qual efetivo da nossa população foi vacinado e os que não foram. Nós sabemos quem são e de onde são? É o conjunto da população vacinada que leva ao sucesso da vacinação. Precisamos saber dos dados sobre a vacinação em São Luís até mesmo para verificarmos se ainda há algo que esta Casa possa fazer”, explicou Penha.

Em aparte, o vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSC), se manifestou apresentando dados acerca da vacinação no estado do Maranhão, e também abordou a relevância do Requerimento proposto por Raimundo Penha. Disse ainda ser relevante a ida do secretário para dar as explicações.

“É importante que tenhamos os dados sobre São Luís, e creio que seja relevante a vinda do secretário Joel Nunes para nos dar essas explicações até mesmo para que possamos participar do processo”, assinalou Gutemberg Araújo, dando sugestões de como a Câmara de São Luís e os vereadores poderiam auxiliar no processo de sensibilização da população acerca da importância da vacinação e da finalização do ciclo.

Ao parabenizar Raimundo Penha pela iniciativa, o presidente Osmar Filho (PDT), disse que a discussão sobre vacinação em São Luís vem em boa hora para a Câmara. “Este é um tema importante. Sabemos que a principal forma de combate à pandemia é por meio da vacinação da população. É preciso que as pessoas tenham consciência disso, e completem o ciclo de vacinação, tomando a primeira e a segunda dose”, assinalou o presidente Osmar Filho ao avaliar como relevantes as sugestões feitas pelo do vereador Gutemberg Araújo.

Ação Social: Vice-prefeita Ana Paula entrega cestas básicas em povoados de Pinheiro

A secretária adjunta de Estado do Meio Ambiente, Lucyana Genésio também acompanhou a ação social

A vice-prefeita de Pinheiro, Ana Paula Lobato (PDT), realizou, nesta quarta (30) e quinta (01/07), a entrega de cestas básicas nos povoados Pacuã, Proteção, Cutindiba e Bacabal, na zona rural do município de Pinheiro, na Baixada Maranhense.

“O objetivo é amenizar o sofrimento das famílias, levando comida às mesas, além de carinho e conforto nesse momento delicado de pandemia”, enfatizou a vice-prefeita, afirmando ainda que a cidade foi contemplada com outras cestas básicas do Programa Comida na Mesa, do Governo do Estado, graças à indicação do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB).

“São quase 7 mil cestas básicas chegando, para distribuirmos aos nossos conterrâneos, principalmente às famílias mais necessitadas, que vivem em comunidades localizadas longe da sede”, completou Ana Paula.

Por onde percorreu, a vice-prefeita contou com a presença de secretários municipais, vereadores, e lideranças políticas, dentre eles, a secretária de Direitos Humanos, Família e Mulher, Bianca do Social, e sua adjunta Noelma Sodré; o secretário de Desenvolvimento Social, Lucas do Beiradão; a coordenadora de Igualdade Social, Iara Silva; e o vereador Léo Lobato. A secretária adjunta de Estado do Meio Ambiente, Lucyana Genésio também acompanhou a ação social.