Blog do Ruy Alberto - Notícia com impacto social

Prefeito de Icatu-MA, Walace Azevedo reúne com secretário Gerson Pinheiro

O prefeito do município Icatu-MA, Walace Azevedo (Republicanos), se reuniu na tarde desta terça-feira (18), em São Luís, com o secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro de Souza.

O encontro serviu para Walace Azevedo apresentar demandas do município e firmar parceria com a pasta em prol de ações de desenvolvimento para as comunidades Quilombolas, bandeira que defendeu durante campanha que o elegeu nas eleições de novembro de 2020.

“Reuni com o secretário Gerson Pinheiro para apresentar demandas do nosso município, sobretudo para as que dizem respeito a ações de desenvolvimento para a população Quilombola. Vamos seguir assim, sempre firmando parcerias sólidas que resultem em benefícios para o nosso povo”, pontou o prefeito.

Galeria de ex-presidentes tem novo espaço na Câmara

A galeria de fotografias dos ex-presidentes da Câmara Municipal de São Luís (CMSL), exposição permanente da Memória do Legislativo Ludovicense, ganhou novo espaço. Antes localizada na entrada da sala da Presidência, ela foi transferida para o hall de entrada do Palácio Pedro Neiva de Santana.

Inaugurada em 2014, o acervo faz uma verdadeira homenagem a parlamentares que comandaram a Casa com uma cronologia de retratos de presidentes desde o ano de 1948.

A mudança da galeria de ex-presidentes da Casa da presidência para o corredor de entrada é uma iniciativa do atual gestor da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT). Segundo ele, esta é uma forma de valorização dos parlamentares que já comandaram o Legislativo de São Luís e também uma forma dos cidadãos que venham a Câmara conhecer a sua história.

“Muitos nomes já passaram por esta Casa e na mais justo do que prestar esta homenagem. Desta forma valorizamos quem já presidiu a Câmara e resgatamos a história do Legislativo Municipal e também de São Luís”, disse Osmar Filho.

A ideia surgiu na gestão do vereador Isaías Pereirinha (PSL), que na época afirmou: “O ato resgata e registra a memória daqueles que tiveram grandes serviços prestados à nossa população e deram sua valorosa contribuição para o desenvolvimento de nossa cidade”, disse.

Dos atuais 31 vereadores, dois deles – Astro de Ogum (PCdoB) e Chico Carvalho (PSL) – já presidiram o parlamento ludovicense em legislaturas passadas e contribuíram com o desenvolvimento da capital maranhense. O primeiro, por exemplo, elogiou a iniciativa da mudança. “Um local mais adequado e visível aos frequentadores desta Casa”, declarou Ogum sobre a transferência.

O vereador Gutemberg Araújo (PSC), vice-presidente da Câmara que esteve presidindo os trabalhos na sessão desta segunda-feira (17/05), também elogiou a iniciativa, e afirmou que, resguardar registros, é transmitir a futuras gerações sua própria memória. “É parte da memória deste legislativo. É nossa história que define quem somos, aquilo que plantamos e colhemos”, disse.

Panorama Histórico

A Câmara Municipal de São Luís foi instalada de forma efetiva em 1619, após a expulsão dos franceses, com a chegada de 200 casais açorianos. Por determinação do general Alexandre de Moura, foi doada uma légua de terra para a instalação da futura Câmara, o que iria ocorrer no governo do Capitão-mor Felipe Diogo da Costa Machado (1619-1622).

No período colonial, as câmaras municipais eram responsáveis pela manutenção da ordem e administração das vilas e cidades dos domínios coloniais de Portugal. Cabia a elas a coleta de impostos, regular o exercício de profissões e ofícios, regular o comércio, cuidar da preservação do patrimônio público, criar e gerenciar prisões, etc.

Até o século XVII, era composta por dois juízes ordinários, três vereadores e um procurador. A partir do século XVIII, surgiu o cargo de juiz de fora. No processo de eleição dos três cargos, os denominados homens-bons (normalmente proprietários de terra) escolhiam os eleitores e estes elegiam os membros da Câmara. Outros cargos que auxiliavam os membros da Câmara na administração da cidade eram: escrivão, almotacés, tesoureiro, alcaide, porteiro, afilador, arrumador, dentre outros.

Atualmente, a Câmara Municipal fica localizada na Rua da Estrela, no Centro da cidade. Há um projeto de transferência da sede para o prédio da antiga Fábrica São Luís, mas a obra depende de recursos financeiros e autorização do IPHAN. No passado, funcionava no Palácio de La Ravardière, atual sede da Prefeitura de São Luís.

De Matos Carvalho a Pereirinha

O acervo faz uma cronologia somente após a reabertura do Legislativo em 1948, tendo como primeiro presidente José Matos Carvalho, que iniciou o período de legislaturas. O último presidente que integra a galeria é Isaías Pereirinha, que comandou a Casa pela última vez na legislatura de 2014. Ele foi sucedido pelo vereador Astro de Ogum, que será o próximo a ser imortalizado no acervo de quadro com parlamentares que ocuparam o cargo de presidente.

Mais de 12 mil cestas básicas são entregues pelo Programa Comida na Mesa

O programa Comida na Mesa realizou, nesta segunda-feira (17), a entrega de mais de 12 mil cestas básicas a 10 municípios. A ação garante dignidade e segurança alimentar às famílias maranhenses e incentivo à agricultura familiar.

O governador Flávio Dino destacou que o programa Comida na Mesa é um complemento à rede de assistência do Governo do Estado no combate ao Coronavírus.

“Realizando entrega de grande importância para garantir que dois eixos principais da nossa ação nesse momento, em primeiro lugar, cuidar da saúde pública, garantir que haja vacina, vacinação, assistência hospitalar a nossa população, mas também cuidando do socioeconômico, na dimensão dos investimentos, obras pra geração de empregos e também essas ações de assistência e segurança alimentar. Nós temos restaurantes populares, todos os dias servindo 40 mil refeições, também todas as semanas 12 cestas básicas, hoje mais 12 mil cestas básicas entregues aos municípios e muito rapidamente, tenho certeza, chegarão as famílias que mais precisam”, disse Flávio Dino.

O secretário da Secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry, ressaltou a importância do programa Comida na Mesa, sobretudo no período de crise socioeconômica causada pelo Coronavírus.

15 dos 24 tripulantes de navio com indiano infectado por Covid-19 testam positivo

Navio “MV SHANDONG DA ZHI”, de bandeira de Hong Kong, foi colocado em quarentena após a confirmação dos três primeiros casos de Covid-19; agora são 15

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) atualizou, por volta das 20h desta segunda-feira (17), informações sobre o navio “MV SHANDONG DA ZHI”, de bandeira de Hong Kong, fundeado na costa maranhense, que foi colocado em quarentena após três tripulantes, dentre eles um indiano de 54 anos, ter testado positivo para Covid-19. De acordo com o novo comunicado da pasta, 15 das 24 pessoas que viajavam na embarcação testaram positivo para o novo coronavírus.

O indiano e outros dois tripulantes do navio diagnosticados com Covid-19 inicialmente seguem internados em um hospital da rede particular de São Luís. De acordo com a SES, os três apresentam quadro clínico estável.

Os outros 12, apesar de também terem testado positivo, permanecem na embarcação, pois estão assintomáticos. No entanto, encontram-se isolados em cabines individuais.

Cepa indiana

A SES confirmou que encaminhou as amostras coletadas na tripulação do navio ao Instituto Evandro Chagas, em Balém (PA), para que seja feito o sequenciamento genômico, a fim de identificar a variante do vírus da Covid-19 que infectou 15 dos 24 tripulantes do “MV SHANDONG DA ZHI”.

Por haver um indiano entre os contaminados, as autoridades de saúde do Maranhão, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde entraram em alerta máximo, pois o país de origem do paciente estrangeiro tem registrado, em média, 380 mil casos da doença e 3.900 mortes por dia, atribuídas a uma cepa rara e letal.

Em nota

José Sarney observa uma ‘porta aberta’ para a terceira via em 2022

Foto divulgação

Deu no “Globo”

Bem posicionado, mesmo sem mandato, o ex-presidente José Sarney tem uma leitura macro do cenário político atual, e desta forma, demonstra todo o seu conhecimento sobre a política ao abrir publicamente seu ‘horizonte eleitoral’. Ele observa, claramente, espaço para uma terceira via, em 2022, e talvez o próprio MDB seja um protagonista na escolha.

Desta vez foi o ex-presidente da República, José Sarney, de acordo com O Globo, o maranhense entende que a alta rejeição de Lula e Bolsonaro abre caminho para tal.

Nos últimos dias, Sarney foi procurado tanto por Lula quanto Bolsonaro, os dois querendo que o ex-presidente construa uma “ponte” com o ‘Centrão’.

De olho na realidade do espectro político, o mais longevo líder político brasileiro, sabe que há uma indefinição até aqui, que beira os 50% da população, de acordo com pesquisa feita pelo Datafolha, e por isso, uma terceira opção pode ser um caminho saudável ou não…

O tempo vai dizer…